Você está aqui: Entrada / ÁREAS PROTEGIDAS / Âmbito Regional-Local / Paisagem Protegida de Corno de Bico

Paisagem Protegida de Corno de Bico

Paisagem Protegida de Corno de Bico. Enquadramento. Valores naturais. CEIA - Centro de Educação e Interpretação Ambiental do Corno de Bico.

Logótipo PP Corno de Bico Paisagem Protegida de Corno de Bico - vista geral
Logótipo e vista geral da Paisagem Protegida (® CM Paredes de Coura).

 
 

Enquadramento

A Paisagem Protegida de Corno de Bico, com a sua gestão confiada ao Município de Paredes de Coura, constitui um pequeno santuário natural situado nos limites sueste deste concelho, abrangendo cinco freguesias, nomeadamente Bico, Castanheira, Cristelo, Parada e Vascões.
 
Penedo Rebolinho e miradouro - CM Paredes de Coura Ribeiro dos Cavaleiros - CM Paredes de Coura
Penedo Rebolinho ("caos de blocos") e ribeiro dos Cavaleiros (® CM Paredes de Coura).  
A região é essencialmente montanhosa, com contornos arredondados, sendo Corno de Bico, com 883 m de altura, a elevação de maior altitude da região setentrional. No topo destas encostas, é possível ver ''caos de blocos'', que são aglomerados de blocos de granito, a rocha dominante da região, conferindo um aspeto caótico à paisagem. Nesta região estão incluídas as cabeceiras de três dos principais cursos de água minhotos, i.e. Coura, Labruja e Vez. O Coura tem origem em dois cursos de água distintos, nomeadamente o ribeiro dos Cavaleiros e a ribeira de Reiriz.
 
O clima é temperado, marcadamente atlântico, com elevada precipitação nos meses de inverno e temperaturas amenas nos meses mais quentes de verão, sendo raros os períodos de neve.
 
Castro de Cristelo - CM Paredes de Coura Mamoa Chã Lamas - CM Paredes de Coura
Castro de Cristelo e Mamoa em Chã de Lamas (® CM Paredes de Coura).
 
Os povoados fortificados, os monumentos fúnebres do Neolítico e os marcos miliários resistem no Corno de Bico, como testemunhos de outros tempos. Nas encostas verdejantes é possível ver, retalhando a paisagem, os muretes, as sebes e os socalcos - testemunhos da influência humana na paisagem. Juntamente com os espigueiros e os moinhos, que completam a harmonia paisagística, estes testemunhos da presença humana traduzem a ainda vigente ruralidade e o esforço do povo que tem vindo a ocupar esta região. 
 
Paisagem agrícola - CM Paredes de Coura Moinho água - CM Paredes de Coura
Paisagem agrícola e moinho de água no ribeiro de Cavaleiros (® CM Paredes de Coura).
 

Valores Naturais

Fagus sylvatica - CM Paredes de Coura Boletus edulis - CM Paredes de Coura Lobaria pulmonaria - CM Paredes de Coura
Faia Fagus sylvaticus, cepe de Bordéus Boletus edulis e o líquene conhecido como pulmonária Lobaria pulmonaria (® CM Paredes de Coura).

Relativamente à vegetação local, o carvalhal é a formação dominante, constituindo cerca de 25% da paisagem. Esta importante mancha de carvalhos é relativamente jovem, foi plantada no decorrer dos anos 40 do séc. XX, e mantém-se muito bem conservada. O carvalhal é um bosque misto, dominado por espécies caducifólias, de entre as quais se destacam o carvalho-alvarinho Quercus robur e o azevinho Ilex aquifolium.
 
Narcissus cyclamineus - CM Paredes de Coura Turfeira - CM Paredes de Coura
Narcissus cyclamineus e turfeira (® CM Paredes de Coura).  
Para além do carvalhal, existem outras comunidades vegetais que se revestem de importância, como os bosques ripícolas, situados nas margens dos cursos de água e dominados pelo freixo-de-folha-estreita Fraxinus angustifolia e pelo amieiro Alnus glutinosa, manchas de pinhal, lameiros e uma turfeira. No total, existem 439 espécies de flora no Corno de Bico, sendo que, várias destas, são especialmente relevantes por possuírem variados graus de endemismo - Bruchia vogesiaca, Narcissus cyclamineus, Veronica micrantha Bryoerythrophyllum campylocarpum.
 
Drosera intermedia - CM Paredes de Coura Pentaglottis sempervirens - CM Paredes Coura
Uma das plantas carnívoras conhecida como orvalhinha Drosera intermedia e os olhos-de-gato Pentaglottis sempervirens (® CM Paredes de Coura).
 
A fauna da região é igualmente rica em variedade de espécies. Foram registadas na área 188 espécies de vertebrados. A diversidade de habitats, a interação entre eles e as condições climáticas da região, permitem que esta zona forneça excelentes recursos de alimentação, reprodução e abrigo a vários animais. No entanto, não é apenas a variedade de espécies que contribui para a importância da comunidade faunística na região. Com efeito, esta assenta também na existência de espécies cujo valor, do ponto de vista da conservação, contribui para consolidar a Paisagem Protegida do Corno de Bico como um património que urge conservar. Na verdade, foram identificadas 25 espécies de vertebrados com elevada prioridade de conservação. Podem aqui encontrar-se espécies como o lobo-ibérico Canis lupus signatus, a salamandra-lusitânica Chioglossa lusitanica, a víbora de Seoane Vipera seoanei, a toupeira-de-água Galemys pyrenaicus e o tartaranhão-caçador Circus pygargus, entre muitas outras. Várias destas espécies são endémicas ou estão sob diferentes graus de ameaça, o que contribui para aumentar o valor faunístico da Paisagem Protegida do Corno de Bico.
 
Discoglossus galganoi - CM Paredes de Coura Gado barrosão - CM Paredes de Coura
Rã-de-focinho-pontiagudo Discoglossus galganoi e gado barrosão (® CM Paredes de Coura).
 
Dada a elevada importância para a conservação de uma variedade de habitats e espécies ameaçados a nível europeu, Corno do Bico é Sítio de Importância Comunitária da Rede Natura 2000 – PTCON0040 [PDF 186 KB].
 
 

CEIA

CEIA auditório - CM Paredes de Coura Atividade Ciência Viva - CM Paredes Coura Caixa ninho - CM Paredes de Coura
Sessão para alunos no auditório do CEIA e outras atividades educativas e informativas (® CM Paredes de Coura).
 
Inaugurado em 2007, o CEIA - Centro de Educação e Interpretação Ambiental do Corno de Bico localiza-se na freguesia de Vascões, tendo origem na colónia agrícola de Chã de Lamas. Inclui áreas destinadas à investigação e divulgação dos recursos naturais da Paisagem Protegida do Corno de Bico, designadamente ateliers, sala de exposições, auditório, laboratório, entre outros equipamentos.
 
CEIA exterior - CM Paredes de Coura CEIA centro recursos - CM Paredes de Coura
Exterior e interior do Centro de Recursos, vendo-se o Biquinho- a mascote desta área protegida (® CM Paredes de Coura).
 

Mais informações 

sítio da Paisagem Protegida do Corno de Bico 
Clique na imagem para aceder ao portal desta Paisagem Protegida.
 
Fotos gentilmente cedidas pela Câmara Municipal de Paredes de Coura.

 U.A.: 2018-10-22

Acções do Documento