Você está aqui: Entrada / ÁREAS PROTEGIDAS / Âmbito Regional-Local / Paisagem Protegida Local da Fonte Benémola

Paisagem Protegida Local da Fonte Benémola

Paisagem Protegida Local da Fonte Benémola. Diploma de criação e área. Enquadramento. Caracterização. Valores Naturais. Flora e fauna. Património construído. Artesanato. Atividades. Percurso Pedestre. Sítio da PPL da Fonte Benémola. Folheto.

PPL Fonte Benemola Logo 312-180 pxl


Folheto [PDF 1,3 MB]

Enquadramento
A Paisagem Protegida Local da Fonte Benémola, criada no âmbito do Decreto-Lei n.º 142/2008, de 24 de julho, estende-se pelas freguesias de Querença e Tôr, no Barrocal Algarvio.

Caracterização
Açude Fonte Benémola - CM Loulé
Açude (® Câmara Municipal de Loulé).
 
 
A maior riqueza desta área protegida é a água. Com efeito, a PPL da Fonte Benémola é atravessada pela ribeira da Fonte Menalva que, juntamente com a ribeira das Mercês, origina a ribeira de Algibre. A ribeira da Fonte Menalva é abastecida por algumas nascentes que permitem a manutenção do caudal em cerca de 60% do curso da ribeira, mesmo durante a época estival, nomeadamente a "nascente", o "Olho" e a própria Fonte Benémola. Para reter a água em alguns pontos, foram reconstruídos velhos açudes e construídos alguns novos, dando origem à formação de espelhos de água ao longo da ribeira. A água era outrora transportada por levadas até noras e velhas azenhas, sendo utilizada para a irrigação de terrenos hortícolas. Ainda se encontram, a espaços, vestígios relativamente bem conservados desse extraordinário sistema hidráulico.


Valores Naturais

Ophrys scolopax flor-dos-passarinhos - CM Loulé Mauremys leprosa Cágado-mediterrânico - CM Loulé
Flor-dos-passarinhos Ophrys scolopax e cágado-mediterrânico Mauremys leprosa (® Câmara Municipal de Loulé).

 

Flora
A ribeira da Fonte Menalva corre num vale em cujas margens existe uma densa galeria ripícola, constituída por espécies arbóreas e arbustivas, pouco comuns noutras zonas do Algarve, como salgueiros Salix alba, freixos Fraxinus spp., choupos Populus spp. e folhado Viburnum tinus, que se entrecruzam por entre loendros Nerium oleander, tamargueiras Tamarix africana, silvados Rubus ulmifolius e canaviais, da exótica de origem asiática Arundo donax.

As encostas do vale estão cobertas por vegetação mediterrânica característica do Barrocal Algarvio, como o alecrim Rosmarinus officinalis, o rosmaninho Lavandula stoechas, o medronheiro Arbutus unedo, o carrasco Quercus coccifera, bem como espécies de porte arbóreo como a alfarrobeira Ceratonia siliqua, o zambujeiro Olea europea var. sylvestris e, apenas em área de solo xistoso, o sobreiro Quercus suber e a esteva Cistus ladanifer.

Podem ainda encontrar-se várias espécies de orquídeas em determinadas zonas da Fonte Benémola, plantas que se destacam pela sua grande beleza.

Fauna
A vegetação junto à Ribeira forma uma densa galeria que propicia condições de habitat para muitas espécies de avifauna, de onde se destaca a presença da garça-real Ardea cinerea [PDF 110 KB], garça-branca-pequena Egretta garzetta [PDF 102 KB], galinha-de-água Gallinula chloropus [PDF 150 KB], guarda-rios Alcedo atthis [PDF 228 KB], abelharuco Merops apiaster, poupa Upupa epops, rouxinol Luscinia megarhynchos, papa-figos Oriolus oriolus, chapim-real Parus major, gaio Garrulus glandarius, pega-azul ou charneco Cyanopica cyanus e verdilhão Carduelis chloris, entre outras.
 
Ao longo da ribeira, nas zonas que mantêm água todo o ano, podem-se observar algumas espécies aquáticas e anfíbias, como rãs Rana spp., o cágado-de-carapaça-estriada [PDF 144 KB] Emys orbicularis [PDF 146 KB] e o cágado-mediterrânico [PDF 137 KB] Mauremys leprosa [PDF 137 KB], várias espécies de peixes, para além de alguns anfíbios, tais como salamandras, tritões e sapos, nomeadamente o sapo-comum Bufo bufo.
 
Periodicamente, têm sido observados neste local vestígios da presença de lontra Lutra lutra [PDF 128 KB], apesar de não se avistarem as mesmas com regularidade.
 
Na Paisagem Protegida existem ainda dois tipos de morcegos, o morcego-de-peluche [PDF 76 KB] Miniopterus schreibersii [PDF 155 KB] e o morcego-rato-pequeno [PDF 79 KB] Myotis blythii [PDF 155 KB], ambas espécies muito vulneráveis e ameaçadas.


Património cultural e construído

Nora - CM Loulé
Nora (® Câmara Municipal de Loulé).
 
A Paisagem Protegida é rica em infraestruturas rurais ligadas ao aproveitamento da água, como açudes e levadas, que, outrora, transportavam a água da ribeira às terras de regadio. Existem ainda várias noras, algumas ainda com os seus alcatruzes, e um moinho de água que moía o cereal das populações vizinhas. 
 
Existem ainda alguns fornos de cal, atualmente quase todos em ruínas, que produziam cal através de um processo de cozedura que incluía lenha e pedra calcária.
 
Próximo da zona do “Olho”, encontra-se um artesão que ainda trabalha a cana, matéria-prima muito abundante junto à ribeira, produzindo cestos, copos e outros artefactos utilizados em tarefas domésticas e agrícolas, cada vez mais apreciados por turistas e visitantes ocasionais.


Atividades

 
Percurso pedestre
Na Paisagem Protegida encontra-se demarcado um circuito pedestre com uma extensão aproximada de 4,5 km. A presença de água ao longo de todo o ano torna este local muito aprazível para caminhadas e passeios de observação da Natureza, mesmo em pleno verão.
 
Ao efetuar o percurso assinalado deverá ter alguns cuidados, nomeadamente seguir os trilhos demarcados e aconselhados, não fazer fogueiras, nem colher plantas ou perturbar a fauna.

 

Fotos gentilmente cedidas pela Câmara Municipal de Loulé.

Acções do Documento