Flora

Flora
Flora da Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica (PPAFCC).

PPAFCC - Vegetação Cristina Girão Vieira
Aspeto da vegetação na Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica (® Cristina Girão Vieira).

A vegetação da Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica, na qual se incluem alguns endemismos botânicos lusitanos e ibéricos, é muito diversificada. Este coberto vegetal assume uma importância acrescida, pela inserção desta área protegida numa zona de forte pressão urbanística.

As espécies da flora com maior valor de conservação são endemismos lusitânicos cuja distribuição na área de estudo se confina aos sistemas dunares, nomeadamente, o cravo-das-areias Armeria rouyana, a Euphorbia transtagana, o zimbro-galego Juniperus navicularis, o tomilho-do-mato Thymus capitellatus, o tomilho-das-praias Thymus carnosus e a Herniaria maritima.

Em toda esta área regista-se a presença de líquenes, sobretudo do género Cladonia.

Cladonia pycnoclada - Líquene Mata Nacional dos Medos
O liquen Cladonia pycnoclada e Mata Nacional dos Medos (® Ana Martins).
 

A área florestal da Mata dos Medos, situada no topo da arriba, terá sido mandada instalar pelo rei D. João V com o objetivo de evitar o avanço das areias, das dunas ou "medos" (lê-se médos), para os terrenos agrícolas interiores. Com dominância de pinheiro-manso Pinus pinea no estrato arbóreo, tem ainda exemplares isolados de pinheiro-bravo Pinus pinaster e de pinheiro-de-alepo Pinus halepensis, também conhecido por pinheiro-egoísta, dado ficar com as pinhas sempre agarradas aos ramos. O estrato arbustivo é rico, com destaque para a sabina-das-praias Juniperus turbinata, o carrasco Quercus coccifera (uma espécie de carvalho), a aroeira Pistacia lentiscus, o medronheiro Arbutus unedo, o espinheiro-preto Rhamnus lycioides subsp. oleoides e a aromática murta Myrtus communis. Num estrato mais baixo surgem o rosmaninho Lavandula luisieri e duas estevas - o sanganho-mouro Cistus salvifolius e a roselha-pequena Cistus crispus.

Cistus salviifolius Cistus crispus
Duas plantas da família da esteva, o sanganho-mouro Cistus salvifolius e a roselha-pequena Cistus crispus (® Ana Martins).

A sul da Mata dos Medos situam-se os Medos de Albufeira, zona dunar cujo estrato arbóreo é dominado pelo pinheiro-bravo Pinus pinaster. O estrato arbustivo inclui espécies como a sabina-da-praia e a camarinha Corema album, cujos frutos (que aparecem apenas nos exemplares fêmea) são comestíveis.

Corema album Camarinha Lavandula spp Ana Martins
Camarinha Corema album fêmea com os seus frutos comestíveis, semelhantes a pérolas, e rosmaninho Lavandula spp(® Ana Martins).

No sistema dunar frontal a vegetação é dominada pelo estorno Ammophyla arenaria associado a outras espécies exclusivas de formações dunares como o feno-das-areias Elymus farctus, o cardo-rolador ou cardo-marítimo Eryngium maritimum, o cordeiro-da-praia Othantus maritimus e uma arméria, a Armeria pungens.

O sistema dunar litoral encontra-se povoado por espécies exóticas do género Acacia (acácia-de-espigas Acacia longifolia, A. cyanophila e acácia-virilda A. retinodes), devido a plantações efetuadas no passado, tendo como objetivo a fixação dunar. Registam-se também outras espécies vegetais, como o pinheiro-manso, sabina-da-praia e aroeira, para além de inúmeras espécies herbáceas características das dunas.

Acacia longifolia Acácia-de-espigas Acacial
Acácia-de-espigas Acacia longifolia em flor | Acacial (® Cristina Girão Vieira).

Anagallis monelli Morrião-grande Ana Martins Ononis ramosissima Joina-das-areias e inseto Ana Martins
Morrião-grande Anagallis monelli e abelha em flor de joina-das-areias Ononis ramosissima (® Ana Martins).

Topo

Conteúdo relacionado
RN2000 em Portugal
Acções do Documento