Você está aqui: Entrada / ÁREAS PROTEGIDAS / Paisagens Protegidas / Paisagem Protegida da Serra do Açor / Geologia | Hidrologia | Clima

Geologia | Hidrologia | Clima

Geologia | Hidrologia | Clima
Geologia, hidrologia e clima da Paisagem Protegida da Serra do Açor.

 

Geologia

Serra do Açor PPSA geologia
Serra do Açor.

Situada no limite das três Beiras, a serra do Açor é domínio do xisto fazendo parte do Complexo Xisto-Grauváquico, do período geológico do Câmbrico ou Pré-câmbrico (xisto-arenito-porfiróide), com mais de 500 milhões de anos.

O domínio do xisto, associado ao sistema de dobras e fraturas que o atravessam, origina um relevo vigoroso, mas de contornos arredondados, sulcado por vales com grandes quedas de nível e linhas de água encaixadas.

Aqui e além surgem afloramentos quartzíticos, cujo exemplo mais interessante são os Penedos do Fajão.

Hidrologia

Fraga da Pena ribeiro Cristina Girão Vieira 710-150pxl
Curso de água no Açor (® Cristina Girão Vieira).

A baixa espessura dos solos na maior parte da serra do Açor, associada a um revestimento vegetal pobre e aos grandes declives, resulta em cursos de água frequentes, mas de regime torrencial, caracterizados por um caudal elevado e períodos de estio prolongados nos meses mais quentes.

Clima

A sua localização geográfica torna a serra do Açor um espaço de transição entre áreas de clima mediterrânico e zonas de marcada influência atlântica. Com efeito, a serra situa-se numa área de clima pré-atlântico, sub-húmido, sofrendo influência atlântica nas vertentes expostas a NW, como acontece na Mata da Margaraça, e influência mediterrânica nos vales abrigados e nas encostas viradas a SE.

No que diz respeito ao fator temperatura, podemos, ao longo do ano, considerar três períodos distintos:

  • um período quente, constituído pelos meses de junho a setembro, com temperaturas médias de 18,2 a 21,4.º C;
  • um período frio, constituído pelos meses de dezembro a fevereiro, com temperaturas médias de 6,9 a 7,6.º C;
  • um período de transição, formado pelos restantes meses, em que se encontram 
    • meses com temperaturas crescentes (março, abril e maio, com temperaturas médias de 9,8 a 15,2.º C) e
    • meses com temperaturas decrescentes (outubro e novembro, com temperaturas médias de, respetivamente, 15.4 e 10.2.º C).

 

A distribuição de precipitações na serra do Açor permite a divisão clara em dois períodos, um chuvoso que decorre entre os meses de outubro a maio, caracterizado em média pela existência de 10 a 14 dias de chuva por mês, e outro seco incidindo nos meses de junho a setembro, caracterizado em média pela existência de 2 a 7 dias de chuva.

 Topo

Acções do Documento
classificado em: