Você está aqui: Entrada / ÁREAS PROTEGIDAS / Reservas Naturais / Reserva Natural da Serra da Malcata / Classificação | Caracterização

Classificação | Caracterização

Classificação | Caracterização
Porque foi classificada a Reserva Natural da Serra da Malcata. Caracterização e mapa.

 RNSM - panorama
Panorâmica da Reserva Natural da Serra da Malcata.

Classificação

A serra da Malcata ainda é considerada um dos últimos refúgios naturais do território português guardando no seu interior interessantes valores botânicos e faunísticos para além de constituir uma das zonas de eleição para a preservação do lince-ibérico Lynx pardinus, hoje em perigo de extinção.

A Reserva Natural foi criada na sequência da campanha “Salvemos o Lince e a Serra da Malcata”, uma das manifestações “ecológicas” mais importantes até hoje realizadas na sociedade portuguesa. 

Caracterização

A Reserva Natural da Serra da Malcata foi criada pelo Decreto-Lei nº 294/81, de 16 de outubro (com principal objetivo da conservação do lince ibérico, uma das espécies mais ameaçadas do mundo) e, reclassificada pelo Decreto-Regulamentar n.º 28/99, de 30 de novembro. Tem uma superfície de 16 348 ha e a altitude varia entre os 425 e os 1078 m.

Encontra-se localizada na região Centro, mais precisamente na confluência das Beiras Baixa e Alta, estando delimitada a leste pela serra da Gata, na vizinha Espanha, tendo na sua periferia as freguesias de Penamacor, Meimoa e Meimão do concelho de Penamacor, distrito de Castelo Branco e as freguesias de Sabugal, Malcata, Quadrazais, Vale de Espinho e Foios do concelho de Sabugal, distrito da Guarda. 

Mapa

Clique na imagem para ampliar [JPG 230 KB]
RNSM - mapa com legenda


Topo

RNSM - logotipo

O símbolo desta Reserva Natural é o lince-ibérico Lynx pardinus, o mais ameaçado felino do continente europeu.

U.A.: 2016-10-07

Conteúdo relacionado
Contactos Áreas Protegidas
Acções do Documento