Você está aqui: Entrada / FLORESTAS / Defesa da Floresta Contra Incêndios / Incêndios Rurais / Cartografia / Cartografia de Risco

Cartografia de Risco

Mapas de perigosidade de Incêndio Florestal: Classes de perigosidade - versões

Em Portugal continental, os elevados danos resultantes da destruição de vastas áreas de povoamentos e outras áreas florestais por ação dos incêndios florestais justificam a necessidade de se avaliar a perigosidade de incêndio florestal.

A perigosidade de incêndio florestal traduz o grau de possibilidade de afetação de um determinado local por via de um incêndio florestal.

As cartas de perigosidade de incêndio florestal apresentadas foram produzidas com base na metodologia CSP (Cover, Slope and Probability) desenvolvida na Autoridade Florestal Nacional, pelo Dr. João Verde (ver artigo anexo no ficheiros zip). As cartas foram geradas em formato raster, com ferramentas de álgebra de mapas e com recurso à seguinte informação-base:

  • Carta de ocupação do solo de 2007 Nível 3 (COS2007).
  • Carta de declives produzida a partir do Modelo Digital de Elevação (MDE) Pan-Europeu, baseado na fusão por média ponderada das medições altimétricas SRTM e ASTER GDEM.
  • Cartografia de áreas ardidas (para cada ano são usados os dados dos 20 anos anteriores).
     

Os valores de perigosidade obtidos foram sujeitos a uma reclassificação com base no método dos quintis para a totalidade do território de Portugal Continental.

NOTA: estas cartas não são adequadas a ações de planeamento local ou para análises ao nível da célula. 

 

Avaliação da perigosidade de incêndio florestal - Classes de perigosidade - versões:

 Nota: a versão de 2018 não foi produzida

2019-03-13

 

Acções do Documento
classificado em: