Você está aqui: Entrada / FLORESTAS / Fileiras Florestais / Biomassa Sólida / Biomassa Florestal

Biomassa Florestal

Energias Renováveis. Biomassa Florestal. Culturas Energéticas Florestais. Primeira Abordagem do Levantamento da Situação Atual (2010).

Biomassa

Culturas Energéticas Florestais

Primeira Abordagem do Levantamento da Situação Atual


O Plano Nacional das Energias Renováveis, imposto pela Diretiva das Energias Renováveis (Diretiva 2009/28/CE), define uma meta de 31% de incorporação de energia de Fontes de Energia Renováveis (FER) no consumo de energia final em Portugal, além de uma meta de utilização de 10% de energias renováveis nos transportes.

Verifica-se que o consumo total de energia final em Portugal aumentou 66% de 1990 a 2008, de 10,915 ktep para 17,508 ktep [o maior aumento percentual verificado foi na energia elétrica (118%)]. Assinala-se nesse período o aumento do consumo de energia no setor dos transportes (91%) e o consumo de energia para aquecimento e arrefecimento (A&A) (30%). O consumo de energia para os transportes tem-se aproximado do consumo para A&A. A partir de 2004, o consumo estagnou, tendo mesmo chegado a diminuir em 2007. Em 2008, ambos os consumos foram praticamente equivalentes.

De entre as diferentes fontes de energia renováveis, destaca-se a importância da Biomassa. Existe uma vasta utilização de Biomassa na produção de energia, nomeadamente a Biomassa Florestal Energética e de Biomassa Florestal Residual (sobrantes de exploração). O setor da Biomassa para fins energéticos tem vindo a registar um forte desenvolvimento, com um aumento da produção de energia elétrica à escala nacional.
 

 

Consulte ainda:
Acções do Documento
classificado em: