Você está aqui: Entrada / FLORESTAS / Fileiras Florestais / Centros de Competências no Setor Florestal

Centros de Competências no Setor Florestal

Estando previstos na Estratégia nacional para as Florestas e na Estratégia do MAM para a investigação e inovação agroalimentar, os Centros de Competência têm por objetivo promover a cooperação entre os agentes económicos, as entidades do sistema científico nacional e a administração pública, para o desenvolvimento e a sustentabilidade das (sub)fileiras florestais.

Centros de Competências no Setor Florestal

São um espaço de partilha e articulação de conhecimentos, capacidades, competências e recursos, centrado no desenvolvimento de uma agenda de investigação.

Centros de Competências já constituídos:

  • Centro de Competências do Sobreiro e da Cortiça

Mais informação:
Protocolo: assinado em 8 de julho de 2014
N.º de membros atuais: 27
Equipa de coordenação: FILCORK (APFC), INIAV, Universidade de Évora
Sede: Coruche, Observatório do Sobreiro e da Cortiça
Agenda de investigação [PDF 1,9 MB];
Protocolo de constituição [PDF 1,3 MB];

  • Centro de Competências do Pinheiro Manso e Pinhão

Mais informação:
Protocolo: assinado em 27 fevereiro de 2015
N.º de membros: 39
Equipa de coordenação: UNAC, empresa Cecílio, Universidade de Évora, Instituto Superior de Agronomia, INIAV
Sede: Alcácer do Sal/ Mata Nacional de Valverde

Agenda de investigação [PDF 1,1 MB];
Protocolo de constituição [PDF 360 KB];

  • Centro de Competências do Pinheiro Bravo

Mais informação:
Sede: Protocolo: assinado em 27 fevereiro de 2015
N.º de membros: 31
Equipa de coordenação: Centro Pinus, UTAD, INIAV
Sede: Câmara Municipal de Proença-a-Nova, da Câmara Municipal de Vouzela, da Escola Superior Agrária de Coimbra e do SerQ – Centro de Inovação e Competências da Floresta

Agenda de investigação [PDF 448 KB];
Protocolo de constituição [PDF 452 KB];

Em fase de lançamento:

  • Centro de Competências do Carvalho e das folhosas autóctones

 

Acções do Documento