Monochamus spp. (não europeus)

M. carolinensis, M. scutellatus e M. alternatus

Monochamus spp - inseto Monochamus spp inseto Monochamus spp inseto

Os insetos do género Monochamus são, atualmente, considerados de elevado potencial risco fitossanitário por serem vetores do nemátodo-da-madeira-do pinheiro (NMP) – Bursaphelenchus xylophilus, organismo causador de danos consideráveis nas florestas de coníferas, originando a morte dos seus hospedeiros, e consequentemente grandes prejuízos na fileira florestal, não obstante poderem também, por ação direta, causar danos nos seus hospedeiros.

O género Monochamus é composto por várias espécies, todas potenciais vetores do NMP, no entanto há 3 espécies não europeias que são consideradas com um risco fitossanitário elevado por serem conhecidos vetores do NMP nos Estados Unidos da América (M. carolinensis e M. scutellatus) e no Japão (M. alternatus).

Geralmente, os hospedeiros não mostram sintomas específicos da presença do inseto, no entanto, em caso de prospeção existem sinais que podem evidenciar a presença deste agente biótico nocivo, nomeadamente a existência de ovoposição i.e. postura de ovos (orifícios cónicos na casca) e galerias larvares nos troncos secos, a secar ou recentemente cortados.

Monochamus orifício de postura Monochamus larvas
Legenda: à esquerda orifícios de postura; à direita larvas de Monochamus spp.

Os adultos destes insetos alimentam-se nos raminhos de árvores saudáveis e as larvas na madeira de árvores recentemente cortadas ou em declínio.

Antenas extremamente compridas são uma caraterística destes insetos.

A eclosão dos adultos ocorre normalmente entre maio e agosto, dependendo da temperatura. Quanto mais amena for a primavera, mais cedo começa a eclosão.

Após a eclosão, os adultos iniciam a ovoposição entre 10 dias a 3 semanas, normalmente entre junho e fins de agosto.

Tendo em conta que os sintomas associados à presença destes insetos não são específicos e que as larvas e pupas são semelhantes entres as diferentes espécies, a melhor forma para identificar a sua presença será com recurso à instalação e monitorização de armadilhas para captura de adultos em voo, entre maio e outubro.

Fotos: propriedade de Bugwood.org, usadas sob permissão.

 

Acções do Documento
classificado em: ,