Você está aqui: Entrada / O ICNF / Notícias / Eventos / Dia do Parque Natural da Serra da Estrela | 16 julho

Dia do Parque Natural da Serra da Estrela | 16 julho

Dia do Parque Natural da Serra da Estrela | 16 julho
Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE).

Pormenores do evento

Quando

2019-07-16
de 00:00 até 00:00

Adicionar evento ao calendário

 

 

O Decreto-Lei n.º 557/76 de 16 de julho, classificou o maciço da Estrela como Parque Natural, referindo tratar-se de "uma região de característica economia de montanha" onde subsistem "refúgios de vida selvagem e formações vegetais endémicas de importância nacional".  

Acrescente-se que à classificação não foi alheio o valor paisagístico do conjunto, "uma personalidade" no dizer de Miguel Torga, nem as ameaças em termos de ocupação do espaço. 
 
A serra da Estrela é dominada pela ocorrência de rochas graníticas, com idade compreendida entre os 340-280 milhões de anos, que se encaixam nos metassedimentos de idade Precâmbrica-Câmbrica, entre os 500-650 milhões de anos, relativos ao Complexo Xistograuváquico.
 
Em épocas mais recentes, os agentes de erosão levaram à formação de depósitos sedimentares, alguns dos quais com características muito particulares, como os provocados pela ação dos glaciares, há cerca de 20.000 anos.
 
A flora e a vegetação do PNSE apresentam características únicas em Portugal, que se traduzem, por um lado, na existência de 5 espécies, 2 subespécies e 7 formas e variedades estritamente endémicas da serra da Estrela (Silva & Teles, 1986) e por outro, numa zonação altitudinal muito característica, que é fruto da elevada altitude da serra.
 
Em termos de conservação, no que diz respeito à flora, encontram-se no Parque nove espécies de plantas incluídas no anexo II, 5 espécies incluídas no anexo IV e 23 espécies incluídas no anexo V da Diretiva Habitats (Jansen, 1997).
 
No que se refere à zonação altitudinal, segundo Silva & Teles (1986), a vegetação da serra da Estrela encontra-se diferenciada em 3 andares, cujos limites podem oscilar, sensivelmente, de acordo com o local considerado: andar basal (até 800-900 m); andar intermédio (de 800 a 1600 m) e andar superior (acima dos 1600 m).
 
A fauna distribui-se pelos 5 grandes meios que são facilmente reconhecíveis na serra da Estrela:  o rural; o florestal; o arbustivo; o subalpino; e os cursos de água.
 
Quanto aos Habitats, no Parque encontram-se cerca de 30 incluídos na Diretiva Habitats, sendo que destes, 6 são prioritários.

 

Acções do Documento
classificado em: