Você está aqui: Entrada / O ICNF / Notícias / Notícias / Prevenção e gestão florestal, com operações de gestão de combustível e de beneficiação da rede viária e divisional florestal | 24 março

Prevenção e gestão florestal, com operações de gestão de combustível e de beneficiação da rede viária e divisional florestal | 24 março

Prevenção e gestão florestal, com operações de gestão de combustível e de beneficiação da rede viária e divisional florestal | 24 março

O ICNF promove ações de prevenção e gestão florestal, com operações de gestão de combustível e de beneficiação da rede viária e divisional florestal, com a colaboração das Forças Armadas em várias iniciativas.
 
No âmbito das ações de gestão de combustível e de beneficiação da rede viária e divisional florestal, promovidas pelo ICNF, nas áreas sob sua responsabilidade, vai decorrer, no dia 24 de março, um conjunto de iniciativas com um significativo apoio das Forças Armadas, nos seguintes locais e meios:
 
1 - Mata Nacional de Leiria (Marinha Grande), ação de gestão de combustíveis, em faixas, com recurso a equipamento moto-manual, com o envolvimento de militares e uma máquina pesada para a beneficiação de aceiros/arrifes e caminhos. A área de intervenção será aproximadamente de 27 ha, com uma extensão de 1708 m.
 
2 - Serra do Crasto (Viseu), ação de gestão de combustíveis, em faixas, com recurso a equipamento moto-manual, com o envolvimento de militares e uma máquina pesada para a beneficiação de aceiros/arrifes e caminhos. A área de intervenção será aproximadamente de 27 ha, com uma extensão de 2210 m.
 
3 - S. Jacinto (Aveiro), ação de gestão de combustíveis em áreas de matos e povoamento de exóticas invasoras, com recurso a equipamento moto-manual, com o envolvimento de militares e uma máquina pesada para a beneficiação de aceiros/arrifes e caminhos. A área de intervenção será aproximadamente de 26 ha, com uma extensão de 640 m.
 
4 - Cascais/Sintra, ação de gestão de combustíveis, principalmente em faixas, com recurso a equipamento moto-manual, com o apoio dos Municípios de Sintra e de Cascais, ANPC/Corpos de Bombeiros e Forças de Segurança, e ainda o envolvimento de militares e uma máquina pesada para a beneficiação de caminhos. A área de intervenção será aproximadamente de 16 ha, com uma extensão de cerca de 3900 m.
 
5 - Barão de S. João (Algarve), ação de gestão de combustíveis em áreas de matos e povoamento de exóticas invasoras, em faixas de difícil acesso, com recurso a equipamento moto-manual, com o envolvimento de militares e uma máquina pesada para a beneficiação de caminhos. A área de intervenção será aproximadamente de 16 ha, com uma extensão de 1 km.
 
6 - Serra de S. Mamede (Portalegre), ação de gestão de combustíveis em áreas de matos junto à Rede Primária, com recurso a equipamento moto-manual, com o envolvimento de militares e apoiadas por equipas de sapadores florestais. A área de intervenção será aproximadamente de 10 ha, com uma extensão de cerca de 1km.
 
7 - Gerês (Terras de Bouro), essencialmente gestão de combustível em povoamentos, aproveitamento de regeneração natural e condução de exemplares de espécies autóctones, executadas pelas equipas do ICNF, IP - Corpo Nacional de Agentes Florestais (CNAF). Intervenção em 7 km.
 
8 - E por fim, a ação que se irá desenrolar em Loulé, neste caso promovida pelo Município e Junta de Freguesia do Ameixial, com o apoio do ICNF, da ANPC, da associação de caçadores locais e da associação de produtores florestais da Serra do Caldeirão, e ainda com o envolvimento de militares e duas máquinas pesadas para intervenção em caminhos. A área de intervenção será de, aproximadamente, 6,5 há.

DSC_0580b.jpg   DSC_0311.JPG

Acções do Documento