O que é o CEMPA?

O que é o CEMPA?
CEMPA – Centro de Estudos de Migrações e Proteção de Aves. Objetivos e atribuições.

Em 1976, no âmbito da recém criada Secretaria de Estado do Ambiente, através de Despacho do Secretário de Estado do Ambiente, publicado em Diário da República a 20 de março, foi constituído o CEMPA – Centro de Estudos de Migrações e Proteção de Aves, com a função, entre outras, de estabelecer a Central Nacional de Anilhagem, organizar a formação de anilhadores e manter em atividade uma equipa de colaboradores(as) devidamente qualificados(as), composta de profissionais e voluntários(as).

A criação do CEMPA dava resposta à necessidade de integrar Portugal nos programas internacionais de estudo e proteção das aves da Região Paleártica e, tendo em conta a situação geográfica do nosso país, assim como a extensão da zona costeira e a existência de importantes estuários, que nos permitem ocupar uma posição particularmente importante no contexto das rotas migratórias, tornava-se pertinente garantir a centralização e uma coordenação duradoura das atividades relacionadas com a anilhagem e o estudo das aves em Portugal.

O CEMPA tem como objetivos principais:

  • promover, apoiar e desenvolver estudos técnico-científicos e programas de monitorização da avifauna nacional e dos seus habitats; e
  • fornecer suporte técnico para a tomada de decisão no âmbito da política de Conservação da Natureza.

 

Em 1993, através do Decreto-Lei nº 193/93, de 24 de maio, o CEMPA foi integrado no então Instituto da Conservação da Natureza.

Atualmente, está integrado no ICNF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. e coordena a atividade de três centenas de colaboradores(as) espalhados(as) pelo país, na sua maioria voluntários(as), que asseguram programas e projetos de monitorização e investigação, nomeadamente o Programa Nacional de Monitorização de Aves Aquáticas Invernantes (PNMAAI) e o Projeto de Estações de Esforço Constante (PEEC).

Consulte ainda:

classificado em: , ,