Você está aqui: Entrada / PATRIMÓNIO NATURAL / BIODIVERSIDADE / Património Natural / Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental

Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental

Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental
A "Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental" resulta de um projeto científico de âmbito nacional que avaliou o risco de extinção de 630 plantas nativas do território continental segundo os critérios e as categorias da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN Red List of Threatened SpeciesTM).
 
Esta avaliação permitiu revelar que 381 plantas se encontram atualmente ameaçadas (categorias VU – Vulnerável, EN - Em Perigo e CR - Criticamente Em Perigo) e que 19 estarão já extintas em Portugal continental. Assinalam-se ainda 106 plantas “Quase Ameaçadas”, suscetíveis de virem a enquadrar-se numa categoria de ameaça a curto ou médio prazo.
 
Mais informações sobre o projeto em https://listavermelha-flora.pt
 
A Lista Vermelha para a Flora Vascular de Portugal Continental reveste-se de enorme importância para o país, enquanto documento estruturante com ampla utilidade, nomeadamente no planeamento e gestão do território, no apoio à tomada de decisão, na elaboração de legislação orientada para a conservação da biodiversidade nacional, e ainda na definição de prioridades de investigação científica. A sua utilidade no apoio à conservação não reside somente na categorização, mas também na disponibilização da informação que foi compilada e consolidada para suportar a avaliação, constituindo-se como uma ferramenta essencial para a definição de medidas de conservação, técnica e cientificamente fundamentadas, necessárias para uma efetiva e adequada gestão ativa do património florístico português.

 

O projeto ‘Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental’, coordenado pela Sociedade Portuguesa de Botânica (SPBotânica) e a Associação Portuguesa de Ciência da Vegetação (PHYTOS) em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), foi cofinanciado pelo Fundo de Coesão da União Europeia através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR-03-2215-FC-000013), pelo Fundo Ambiental e por fundos angariados pela Sociedade Portuguesa de Botânica, entidade beneficiária e responsável pela execução do projeto.

O projeto, iniciado em outubro de 2016, culminou na publicação, em outubro de 2020, da primeira Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental, livro que é parte integrante da coleção ‘Botânica em Português’ produzida por iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa no âmbito da distinção de Lisboa como Capital Verde Europeia 2020. A versão digital da publicação, que contém a síntese das fichas de avaliação das 381 espécies que se encontram ameaçadas de extinção e das 19 espécies atualmente extintas em Portugal continental, encontra-se disponível no sítio do projeto onde está acessível para consulta e descarga em formato PDF.

A totalidade das fichas individuais das 630 plantas avaliadas no âmbito do projeto será disponibilizada de forma faseada ao longo do primeiro semestre de 2021, ficando acessíveis para consulta e descarga no portal de dados da Lista Vermelha da Flora Vascular em lvf.flora-on.pt e no sítio do projeto em listavermelha-flora.pt.

Acções do Documento