Perc. das Salinas da Nécton

Percurso implementado por outra entidade que não o Parque Natural da Ria Formosa. Percurso interpretativo das Salinas da Nécton. Breve descrição. Mapa.

Salinas artesanais
Trabalho nas salinas.

Na planificação da sua visita deverá ter em consideração as recomendações descritas no Código de Conduta e Boas Práticas [PDF 1,6 MB] das e dos visitantes nas Áreas Protegidas, bem como os conselhos úteis que apresentamos em "Relacionados", à esquerda desta página, para melhor desfrutar da sua visita.

Na área do Parque Natural da Ria Formosa existem percursos, implementados por outras entidades que não o Parque, com interesse a nível da interpretação do território e observação de avifauna: é o caso do Percurso interpretativo das salinas da Nécton, focando a atividade salineira.

Acesso: seguindo pela EN125 no sentido Faro–Olhão, virar à direita nos primeiros semáforos controladores de velocidade (a cerca de 5 km da rotunda de Faro). Continuar pela estrada em terra, passar a linha do comboio até chegar a um edifício branco identificado como Nécton S.A.
Ponto de partida e de chegada: edifício da Nécton, itinerário circular.
Extensão: 700 m.
Duração: cerca de 1 h.
Dificuldade: fácil.
Apoios: os escritórios e laboratórios da Nécton encontram-se em funcionamento todo o ano e aí a e o visitante poderão obter mais informações. Possibilidade de adquirir sal e flor de sal com qualidade reconhecida.
 
 

Breve descrição

Inseridas no concelho de Olhão, as salinas da Nécton, empresa que produz sal tradicional certificado, são um bom exemplo da exploração salina na área do PNRF. Essa empresa tem um projeto inovador, que alia a produção de sal tradicional e flor de sal e a pesquisa a nível da produção de plantas típicas do sapal, de que é exemplo a Salicornia spp. planta muito apreciada na gastronomia francesa. 
 
As salinas da Ria Formosa são famosas pela boa qualidade do sal e responsáveis por cerca de metade da produção nacional de sal marinho.Trata-se de uma atividade que não põe em causa os valores ecológicos da região, antes é exemplo de uma exploração sustentável dos recursos naturais proporcionando, ainda, refúgio, alimento e locais de nidificação para a avifauna. 
 
Este percurso encontra-se interpretado com placas informativas sobre o processo de produção do sal. De notar que é um processo demorado em que o início dos trabalhos decorre em março/abril, terminando em setembro. No entanto, este percurso não fica desprovido de interesse durante o inverno. Nesta época do ano, as salinas são local de refúgio e alimentação para inúmeras aves que, vindas do norte da Europa, aqui permanecem, temporariamente, preparando-se para a travessia do Atlântico com destino a África. Outros grupos permanecem todo o inverno, fazendo um vaivém intercalado entre a maré e as salinas. 
 

Mapa

Mapa do trilho salinas da Necton
 

Topo

Acções do Documento
classificado em: ,