Perc. Poço dos Caniços

Perc. Poço dos Caniços
Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha (RNLSAS). Percurso pedestre do poço dos Caniços. Avifauna aquática. Breve descrição.

Na planificação da sua visita deverá ter em consideração as recomendações descritas no Código de Conduta e Boas Práticas [PDF 1,6 MB] das e dos visitantes nas Áreas Protegidas, bem como os conselhos úteis que apresentamos em "Relacionados", à esquerda desta página, para melhor desfrutar da sua visita.

 

Percurso linear de média duração, destinado ao público interessado na observação da avifauna aquática e devendo ser realizado com guia da Reserva Natural.

Extensão: 1 km (ida).
Duração: 1 h.
Grau de dificuldade: médio (percurso em areia), declive suave.
Ponto de partida e chegada: pequeno largo em terra batida, situado junto à estrada que dá acesso à praia do Monte Velho (Porto das Carretas), e próximo desta.
Apoios: existe sinalização a indicar o início do percurso, uma mesa informativa sobre a flora e uma estrutura para observação de aves junto ao poço dos Caniços. Existe também restauração e hotelaria em Vila Nova de Santo André e Costa de Santo André.
 
RNLSAS - poço dos Caniços  RNLSAS - Percurso do Poço dos Caniços 257-180 pxl
Aspetos do percurso.
 

Breve descrição

Os "poços" são depressões húmidas intradunares resultantes do progressivo assoreamento de antigos "braços" da lagoa de Santo André, constituindo importantes locais para alimentação, refúgio e nidificação de aves.
 
O percurso atravessa uma zona dunar fixada por um pinhal associado a matos atlânticos secos, permitindo a observação de um coberto vegetal variado e bem conservado, com destaque para a  Santolina impressa uma planta endémica (i.e. de distribuição restrita).
 
Interessante sucessão de sistemas dunares ao longo do percurso, bem como amplas vistas sobre o mar.
 
No "poço" dos Caniços, envolto por uma vegetação palustre, é possível observar, entre outras aves, o pato-de-bico-vermelho Netta rufina, a garça-vermelha ou imperial Ardea purpurea e o galeirão-comum Fulica atra.
 
Ardea purpurea Garça-vermelha Cristina Girão Vieira  Netta rufina Pato-de-bico-vermelho Cristina Girão Vieira
Garça-imperial e macho de pato-de-bico-vermelho (® Cristina Girão Vieira).